6 métricas que um gestor de marketing precisa acompanhar

Tempo estimado de leitura: 5 minutos

Muitos gestores ainda possuem dificuldades em saber quais são as métricas relevantes e o que acompanhar de fato para obter bons resultados com o Marketing Digital. Você sabe o que deve ser mensurado? 

blog

23 de junho de 2017

6 métricas que um gestor de marketing precisa acompanhar

23 de junho de 2017 - 10:06 - atualizado em 23 de junho de 2017 - 15:30

6-metricas-que-um-gestor-de-marketing-precisa-acompanhar

Um dos pontos mais interessantes que tem atraído a estratégia de muitas empresas para o Marketing Digital, é a possibilidade de acompanhar todas as métricas e mensurar os resultados de cada ação feita no ambiente online, seja ela com investimento ou não.

A partir dos resultados apresentados, é possível extrair insights que servem como um guia sobre a necessidade de modificar as estratégias traçadas ou mantê-las para potencializar os resultados gerados. Essa ação rápida baseada em resultados reais é um dos principais diferenciais do Marketing Digital e precisa ser explorada ao máximo. 

No entanto, muitos gestores de marketing ainda possuem dificuldade em saber quais são as métricas relevantes e o que acompanhar de fato para obter bons resultados. A maioria acaba se prendendo as chamadas métricas de vaidade, que medem ações como curtidas e comentários em redes sociais, comentários em blogs ou outras formas de engajamento que não representam muita coisa. 

Curtidas no Facebook e comentários no Blog são bem legais, mas no fim do mês não são essas que vão gerar resultados reais para o seu negócio. 

Por que é importante acompanhar as métricas corretas no Marketing Digital

6-metricas-que-um-gestor-de-marketing-precisa-acompanhar

No Marketing Digital tudo pode ser mensurado!

Diferente do Marketing Tradicional, onde dificilmente era possível calcular o retorno das ações investidas, toda e qualquer ação que sua marca realizar no ambiente online poderá ser facilmente acompanhada e é de suma importância que esse acompanhamento seja feito, afinal, o feedback de cada campanha é o que vai gerar insights para saber onde o seu público mais converte e onde você deve investir os esforços da sua estratégia. 

No entanto, o fato de que tudo poder ser mensurado, não quer dizer que você precisa realmente acompanhar todas as métricas e todos os dados do negócio. 

Estamos vivendo em um momento onde é preciso aprender a separar o marketing de vaidade do marketing de resultados. Os gestores de marketing que entenderem essa diferença, são aqueles que irão se destacar.

Marketing de Vaidade

Chamamos de métricas de vaidade todos aqueles dados que não motivam uma mudança estratégica no negócio, ou seja, são informativas, mas não o suficiente para que o gestor possa tomar alguma decisão que irá melhorar a saúde do empreendimento. 

Quer um exemplo claro de uma métrica de vaidade?

Quantidade de downloads do seu aplicativo. 

Eu sei, aparentemente a informação de um aumento nos downloads é bem animadora, mas ela não é objetiva. 

Junto com esse aumento está embutido a quantidade de desinstalação do app, o que pode demonstrar uma alta taxa de rejeição do seu produto. Neste caso, a métrica que você deveria acompanhar aqui é o aumento de cadastro de usuários e, principalmente, a quantidade de pagantes que é o que realmente vai importar no fim do mês. 

Marketing de Resultados

Também conhecido como Marketing de Alto Nível, o marketing de resultados é aquele onde o gestor acompanha as métricas que geram insights objetivos, possibilitando uma reação rápida e assertiva na hora de melhorar a estratégia para obter bons números para o seu negócio. 

Exemplo de Marketing de alto nível:

Você trabalha com receita recorrente e lança uma nova campanha para converter seus leads qualificados em usuários pagantes, o CAC (Cost to Acquire Customers) dessa campanha é baixo, ou seja, o investimento que você faz para converter novos clientes está ótimo. 

No entanto, quando você analisa o LTV (Life time Value), nota que os clientes que converteram a partir dessa campanha com um custo baixo possui um churn rate altíssimo, ou seja, os clientes estão cancelando as assinaturas antes mesmo de pagar o investimento. 

Com isso, você conclui que, por mais que o custo esteja baixo, essa campanha não está valendo a pena para o seu negócio. É hora de mudar a estratégia! ;) 

Se as suas ações não estão gerando resultados reais para o negócio no fim do mês, é um esforço desnecessário. 

Existem inúmeras ferramentas disponíveis para mensurar cada ação, como aumento do tráfego, engajamento do usuário, atuação do SEO, impactos das campanhas na loja física e retorno financeiro do investimento, entre outras. 

Descubra quais são as métricas que todo gestor de marketing precisa estar atento

Métricas que um gestor de marketing deve acompanhar


1 – Sessões de Visitas no Blog

Medir a quantidade de visitas do seu blog, é importante para saber o quão assertivo você está sendo com os conteúdos desenvolvidos. Mesmo que em sua estratégia você opte por publicar conteúdos de forma assídua, esse esforço é irrelevante se o público-alvo não está sendo impactado.   

A ferramenta de métrica mais conhecida de todas é o Google Analytics, capaz de analisar todos os dados de um website e blog. Ele mede o fluxo de visitantes, com a quantidade de acessos que teve, separando o usuário do número de visitas, o que permite uma análise real sobre sua movimentação.

2 – Taxa de Conversão em Materiais Ricos

Os materiais ricos são as formas de conteúdo relevantes, que ajudam ao usuário a se envolver com o tema de interesse e passam a servir de referência. 

São feitos na forma de e-Books e Whitepapers, Webinars, Podcasts e Infográficos. Esses materiais acabam gerando leads e isso é o que demonstra o quanto os visitantes estão interagindo e confiando no conteúdo que você disponibiliza. 

3 – Geração de Leads qualificados

Gerar leads é sim uma métrica imprescindível para medir sua estratégia de Marketing Digital, mas não basta gerar qualquer tipo de lead, é preciso atrair o público qualificado que tem potencial para lá na frente consumir o seu produto ou negócio. 

Assim como toda a estratégica de marketing digital, para encontrar a melhor métrica de identificação da geração de leads, é preciso ter um planejamento com antecedência para saber como, quando e o que medir.

As mais utilizadas são as que avaliam o CPL ( Custo por Lead), a porcentagem da contribuição do marketing para o funil e para a receita, a quantidade e qualidade do SQL (Leads qualificados para venda) e percentual de conversão.

4 – CAC (Cost to Acquire Customers),

O CAC (Custo de aquisição de clientes), é uma das métricas mais importantes do marketing digital, pois ela define o custo para aquisição de novos usuários, ou seja, identifica quanto a sua empresa gastou para transformar um lead em um cliente efetivo. 

Dessa forma, ela ajuda a medir os índices de crescimento do seu negócio e é indispensável que você acompanhe essa métrica para saber se a expansão está sendo saudável. 

5 – LTV (Life time Value)

O LTV (Valor do tempo de vida do cliente) é uma métrica que completa o CAC quando falamos em receita recorrente ou empresas de SaaS. É importante calcular o LTV para entender qual é o faturamento que cada cliente traz para o seu negócio após o custo inicial da conversão. 

É a partir desse cálculo que o gestor de marketing irá definir quais são as melhores estratégias para aumentar seu faturamento e a retenção de clientes. 

6 – ROI (Return on Investment)

E por fim, mas não menos importante, o ROI (Retorno sobre investimento). 

Essa é a métrica mais conhecida de todas e também uma das mais importantes para se acompanhar. Ela indica quando a empresa está ganhando ou perdendo com cada investimento de marketing digital realizado.

Essa métrica é perfeita para exemplificar o quanto é importante uma análise mais detalhada sobre a performance da estratégia, porque a partir dos seus dados reais e confiáveis, é possível ser feitas mudanças ou mais investimentos.


23 de junho de 2017 - 10:06 - atualizado em 23 de junho de 2017 - 15:30

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST