A importância das Mídias Programáticas para potencializar sua estratégia

Tempo estimado de leitura: 0 minutos

Mídia programática, como o próprio nome sugere, é uma forma programada de negociar espaços de mídia, utilizando-se de uma ferramenta. Mas porque ela é tão importante para potencializar sua estratégia de mídia?  

blog

26 de abril de 2017

A importância das Mídias Programáticas para potencializar sua estratégia

26 de abril de 2017 - 11:01 - atualizado em 26 de abril de 2017 - 15:39

A-importancia-das-Mídias-Programaticas-para-potencializar-sua-estrategia-de-investimento-em-midia

Desde a revolução industrial, o homem vem utilizando novos recursos como forma de se tornar mais produtivo. E não precisamos ir longe para nos depararmos com inúmeros exemplos que podem ilustrar isso. 

Há alguns anos atrás, por exemplo, precisávamos contratar um agente de viagens para reservar um quarto de hotel. Hoje em dia, fazemos uma reserva com poucos cliques, através de plataformas que facilitam nosso dia a dia.  O mesmo acontece com a forma como chamamos um táxi ou como nos comunicamos através de smartphones.

A tecnologia já faz parte da nossa rotina, isso é fato. E se eu te disser que, em um momento de crise como o que vivemos, existe uma forma para compra de mídia que automatiza processos e otimiza recursos, além de tornar sua estratégia mais assertiva? Acompanhe esse artigo e descubra como a mídia programática pode ser utilizada para otimizar sua estratégia de compra de mídia. 

O que é Mídia Programática

Antes de mais nada, é importante falar sobre o conceito de Mídia programática e, como o próprio nome sugere, é uma forma programada de negociar espaços de mídia, utilizando-se de uma ferramenta.

Quem já comprou mídia sabe da grande dificuldade que é mapear o público-alvo, selecionar os canais mais propícios, negociar com os publishers (sites que contém espaços para publicidade) a ponto de conseguir a melhor oferta, executar, mensurar e apresentar os resultados de todas a campanhas.

Mídia programática é a evolução desse processo manual para algo automatizado, que permite uma maior escalabilidade e um menor esforço operacional humano.

Por que a Mídia Programática é tão importante?

Através da automatização de tarefas que antes eram feitas manualmente, a mídia programática torna o processo de compra de mídia mais justa e eficiente, uma vez que com mais assertividade na entrega da campanha para o target estabelecido, a rentabilidade aumenta e diminuem os custos de conversão (CPC, CPA, CPL, CPV, ROI, etc).

Diminuir os custos de conversão de uma campanha, é a principal vantagem da automatização que essa ferramenta oferece quando se trabalha com investimento em mídia.                                               

A segmentação é feita de três formas distintas. É possível segmentar a campanha de forma contextual (através de mais de duas mil categorias disponíveis), pelo perfil do público (com inúmeras opções de caracterização como sexo, idade, classe social ou escolaridade) e por retargeting (usuários mapeados ao visitar determinado site). Cada uma delas pode ser utilizada na estratégia de modo a atingir o público-alvo da forma mais eficiente possível.

Como funciona a Mídia Programática?

Através de algoritmos poderosos, a ferramenta utiliza um processo chamado de real time bidding (RTB), em que anunciantes distintos disputam um determinado inventário do publisher por meio de um leilão em tempo real.

A compra desses espaços é feita por meio de plataformas chamadas de DSPs (demand-side plataform), que utilizam os dados disponibilizados pelos advertisers (agências ou clientes) para alcançar o perfil de público desejado pelos anunciantes, onde quer que eles estejam.

Ao automatizar operações e otimizações, o RTB permite melhorar consideravelmente o ROI (retorno sobre o investimento).

Panorama atual da Programática no Brasil 

Segundo o IAB Brasil, uma pesquisa feita pela ExchangeWire - em parceria com a OpenX e intitulada "Perceptions, implications, and the future of online marketplace quality in programmatic advertising", afirma que 95% dos profissionais do mercado acreditam que a mídia programática oferece maior valor ao investimento realizado no digital e que 84% dos entrevistados aumentariam ainda mais o volume investido em mídia programática.

Apesar de ainda estar crescendo no Brasil, 2017 é o ano da compra de mídia programática. Nos Estados Unidos, grandes publishers e anunciantes já aderiram a esse novo modelo e, de acordo com dados do eMarketer, a mídia programática vai corresponder a cerca de 45% da mídia display do país nesse ano. Em 2014, por exemplo, foram gerados em torno de $10 bilhões em negócios.

A Mídia Programática faz parte da sua estratégia atual? 

26 de abril de 2017 - 11:01 - atualizado em 26 de abril de 2017 - 15:39

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST