Planejamento de Marketing para E-commerce: primeiros passos!

Tempo estimado de leitura: 9 minutos

O crescimento do mercado online é inegável — e inevitável — e a sua empresa só tem a ganhar com isso. Mas você sabe como trabalhar as estratégias da melhor maneira possível para obter bons resultados? 

blog

24 de março de 2017

Planejamento de Marketing para E-commerce: primeiros passos!

24 de março de 2017 - 09:00 - atualizado em 24 de março de 2017 - 10:27

Criar um e-commerce de sucesso é o objetivo de diversas marcas e de lojas online que desejam ampliar suas vendas e se tornar referência em seu mercado. Mais que isso, lojas virtuais são uma excelente maneira de se manter à disposição de clientes 24 horas por dia, 7 dias por semana. Assim, podem fornecer um ambiente seguro e organizado para que eles realizem suas compras.

O comércio eletrônico é um mercado em constante expansão. Cerca de 40% dos usuários da internet realizaram alguma compra online. Isso equivale a cerca de 1 bilhão de usuários realizando transações e esse número só tende a crescer.

Mas, o que torna um e-commerce um sucesso? 

O que os diferentes tipos de lojas online têm em comum é que todos eles precisam ter uma forte presença no meio digital e isso inclui todas as formas de contato: redes sociais, e-mail, blogs, websites e a própria loja. Pode parecer coisas demais para serem feitas simultaneamente, mas acredite: é mais que possível!

As lojas virtuais líderes em seus segmentos ao redor do mundo possuem diferentes estratégias em diversas frentes que auxiliam no crescimento do seu negócio, sem estar diretamente relacionado à venda de produtos ou à aquisição de novos clientes imediatamente.

Para ajudar no desenvolvimento da estratégia do seu e-commerce, separamos dicas, sugestões e hacks que vão te ajudar a alinhar estratégias, otimizar seus esforços e ajudar o seu negócio a crescer. Vamos começar!

Como melhorar suas taxas de conversão (A/B testing de design, prices etc.)

planejamento-de-marketing-para-e-commerce-primeiros-passos

A conversão dentro do e-commerce é um dos KPIs — indicadores-chave de performance — mais importantes para o seu negócio. É preciso que as pessoas comprem! Mas, melhorar as conversões e otimizar os esforços é um trabalho constante.

Dentro da sua loja, existem diversos aspectos que podem ser testados e otimizados para garantir que os seus visitantes sejam convertidos em novos clientes. Acredite: esses aspectos estão espalhados por todo o site e podem fazer a diferença entre uma nova compra e uma desistência!

A conversão está diretamente ligada à impressão que o visitante tem do produto e você pode trabalhar para melhorar essa impressão logo de cara. Produtos com imagens de qualidade se destacam, afinal, o usuário consegue ver com clareza as características estéticas do produto e tem mais confiança sobre o que está comprando. Alie isso a uma descrição matadora e você tem o primeiro ponto para melhorar a sua conversão!

Sempre é possível ir um passo adiante! Se boas imagens e boas descrições não são o suficiente, invista em vídeos explicativos de apresentação do produto e também em vídeos que mostrem a satisfação dos seus clientes com a sua empresa.

Diferenciação gera conversão! Melhor ainda se esse produto for enviado sem custo, né? O frete é um grande desanimador de compras online, pois ele inclui um gasto que o visitante não esperava. Incluir o frete no preço do produto ou negociar fretes baixos com o seu fornecedor — e oferecê-lo gratuitamente para o consumidor final — é uma forma de não travar a conversão quando ela está quase no final. 

Segundo uma pesquisa do E-Tailing Group, 73% dos entrevistados citaram o frete gratuito como “indispensável” para a realização de uma compra. Além disso, outro estudo mostrou que 93% das pessoas estão mais propensas a comprar mais produtos por causa do frete grátis. É mais que claro que essa é uma forma de criar ainda mais valor para a sua loja e para o que você comercializa.

Todo consumidor adora uma boa promoção. Não há nada melhor do que aproveitar aquele tênis que você deseja há meses com 30% de desconto, correto? Os seus clientes pensam da mesma forma e você pode ajudá-los com isso! Crie uma seção especial para descontos, ofertas e produtos especiais. Só com essa segmentação você ajuda o seu possível comprador a economizar tempo e ir diretamente naquilo que ele procura.

Dentro do processo de compra sempre existem pontos que podem ser melhorados. Você pode identificar alguns deles analisando clientes que abandonaram o carrinho de compras ao realizar o check-out. É possível que eles apresentem características semelhantes e forneçam insights valiosos para a sua loja. Você pode checar os produtos que eles escolheram, o preço geral da compra, se houve opcionais ou não, quanto tempo permaneceram lá e vários outros.

Alguns desses pontos indicam fatores a serem trabalhados. Por exemplo, se a soma da transação dos clientes que abandonaram a compra for similar, os preços dos seus produtos podem estar altos. É uma oportunidade de realizar testes dentro da sua margem de lucro. Prefira sempre valores com 0,99 no final e evite números redondos. Números ímpares costumam ser mais amigáveis. Se houver desistências após a adição do frete, é mais uma oportunidade de negociar com seu fornecer e parar de perder vendas!

Como reverter o abandono de carrinho

planejamento-de-marketing-para-e-commerce-primeiros-passos

Compradores que abandonaram a compra em estágios finais podem ser ativados novamente por meio de campanhas de nutrição por e-mail. Viu como coletar endereços é muito importante? Sem a pressão de realizar a compra naquele instante, ele pode analisar com mais calma e, até mesmo, adquirir mais produtos quando decidir pela compra.

Carrinhos de compra “persistentes” também são importantes. É comum que seus visitantes insiram produtos para finalizar depois ou, até mesmo, para escolher quais deles ele realmente deseja levar. Se, por algum motivo, ele sair do site e voltar mais tarde, ele não vai começar de novo ao encontrar o carrinho vazio, ele vai simplesmente abandonar seu site e não realizar a compra. Manter as escolhas no carrinho, identificando o usuário e o endereço de IP é uma ferramenta interessante.

Entrando em aspectos mais visuais, cores, layout e disposição dos produtos e das seções do site também são fatores decisivos para a conversão. E-commerces mal organizados atrapalham o processo de compra do usuário e o desencorajam a finalizá-la. Um bom layout já resolve esse problema. As cores são usadas para provocar sensações e incentivar ações. Muitas vezes, as cores escolhidas não são aquelas que o seu usuário precisa para ser convertido ou até mesmo para navegar pela loja. 

A melhor dica aqui é realizar os famosos testes A/B. Uma excelente forma de fazer isso é com os CTAs e banners de promoções. Estes testes ajudam a descobrir as preferências dos visitantes de uma forma muito simples: o que converte mais é o que eles preferem e é o que funciona melhor para a sua loja online.

Como melhorar seus rankings de busca orgânica

planejamento-de-marketing-para-e-commerce-primeiros-passos

O rankeamento nas buscas do Google não é excelente apenas para sites e blogs. E-commerces também se beneficiam muito disso! Estar em uma posição melhor que a do seu concorrente é indispensável, mas, como trabalhar o SEO da sua loja online para ser o primeiro resultado nas buscas?

Algo similar entre blogs e lojas online é que as informações contidas em ambos precisam ser valiosas para o visitante. Claro, existem otimizações mais técnicas que podem ser feitas, mas, a primeira dica para qualquer site é sempre ter informação relevante para o público. 

Crie uma descrição de produto exclusiva

Uma boa forma de começar é criar descrições diferentes para cada um dos seus produtos. Pode ser tentador usar a descrição dada pelo fabricante, mas, raramente, ela responde as dúvidas que o seu possível cliente tem e essa é uma oportunidade de criar um relacionamento com ele. Além, é claro, de melhorar o rankeamento para pesquisas relacionadas ao produto. Qualquer conteúdo duplicado pode minar a sua campanha. Informação nova gera resultados quase que imediatos.

Esse conteúdo precisa ser atrativo! Na maioria das vezes, é ele que aparece na página de resultados do Google e é, a partir dele, que seu visitante sabe o que aquele produto faz. Lembra que a primeira impressão é a que fica? Se o resultado da busca foi o desejado, ele fica mais propenso à compra.

A informação é o que vai manter seu visitante interessado no produto, mas, se a navegação não for agradável, ele vai embora! Otimizar alguns aspectos técnicos da sua página é muito importante — sim, o Google considera alguns aspectos para rankear as páginas.

Otimize o tempo de carregamento das páginas

O primeiro deles para você trabalhar é melhorar o tempo de carregamento das páginas, principalmente, reduzindo o tamanho das imagens. Para isso, você pode inserir uma opção de zoom para que a imagem seja carregada em maior tamanho caso o usuário queira.

Melhorar o tempo de carregamento de página também influencia a experiência do usuário. Páginas mais rápidas aumentam o tempo do usuário no site e a navegação fica mais agradável. Também, é importante facilitar a navegação com comandos intuitivos e simples. Além disso, crie links entre as suas páginas sempre que possível. Assim, o usuário tende a visitar mais páginas, já que o acesso é facilitado.

O mobile é uma tendência enorme e cada vez mais pessoas utilizam smartphones e tablets para realizar compras. Nós sabemos disso e, obviamente, o Google também! Ter um site responsivo é indispensável para a experiência de compra e para um bom rankeamento.

Invista em conteúdo para dispositivos mobile

Aparelhos móveis também trazem um ponto interessante: a alta atividade social. Esse é outro fator que influencia os resultados. Ter uma boa presença social é se tornar relevante para o usuário e é, também, mais uma oportunidade! Insira botões sociais em suas páginas de produto e incentive curtidas, tweets e compartilhamentos.

Escolha uma plataforma segura

A segurança online é algo que preocupa usuários e pode até mesmo fazer com que eles desistam de realizar uma compra. Ciente disso, o Google avalia os protocolos de segurança e erros presentes na sua loja online. O seu serviço de hospedagem pode oferecer os pacotes de segurança mais atuais e vale a pena contratá-los. Também confira sempre o seu e-commerce para achar erros ou possíveis falhas. Afinal, arquivos corrompidos não são legais!

Como conseguir mais recomendações dos seus clientes 

Os novos negócios que devem te deixar mais animado são os gerados por meio de indicações de clientes do seu e-commerce. Não há nada melhor do que uma lead que chegou até você por meio de uma boa indicação ou de um visitante que entra na sua loja com boas impressões geradas através de uma conversa com alguém que já comprou seus produtos.

As recomendações, também conhecidas com referrals, são bens valiosos de qualquer negócio. Um cliente satisfeito traz novos visitantes mais preparados para realizar uma compra e que custam muito menos do que leads geradas através de campanhas de marketing.

Toda empresa deseja boas indicações, mas como consegui-las? Sugerir que um amigo compre algo em determinada loja precisa ser algo natural, resultado de uma boa experiência com o serviço, mas o que muitos empresários esquecem é que não há problema nenhum em pedir indicações. Quer um exemplo? 

O Uber dá uma corrida de 20 reais para cada pessoa que começa a usar o app com um código promocional fornecido por outro usuário. Além disso, o dono do código também ganha! Quer um tipo de indicação melhor? O segredo aqui é bem simples: você fornece produtos de qualidade, pensa no cliente e quer que ele tenha as melhores condições de compra. Logo, os amigos e os conhecidos dos seus atuais clientes também merecem esse serviço de qualidade. Portanto, incentive-os a indicar a sua empresa!

É verdade que nem todos os seus clientes se sentem à vontade indicando empresas, mas, muitas vezes, isso acontece por não saberem como indicar a sua loja simplesmente porque não conseguem sintetizar o que você faz e quais valores seus produtos possuem. 

Por isso, você pode ensiná-los a dar referências positivas que vão se tornar boas indicações. Sempre que possível, insira textos explicativos que ajudam a sintetizar o que o seu e-commerce faz e porque ele é importante para as pessoas. Facilite o trabalho dos seus clientes de explicar porque seus amigos e conhecidos também precisam da sua empresa.

Além disso, lembre-os de indicar a sua loja! É comum clientes esquecerem de contar para seus conhecidos onde adquiriram tal produto, mesmo que eles visitem constantemente o seu e-commerce e consumam vários itens. Insira lembretes constantes em seus e-mails, newsletters e ao longo do site.

Como aumentar sua lista de e-mail (ofertas ricas e cupons)

planejamento-de-marketing-para-e-commerce-primeiros-passos

O mailing é uma ferramenta poderosa que algumas lojas não exploram em sua totalidade. Se alguém forneceu o endereço de e-mail para você, quer dizer que esse alguém está disposto a receber informações e ofertas do seu negócio. Isso é excelente!

A contrapartida aqui é: aumentar a sua base de e-mails é sempre importante. Com o tempo, seus clientes não interagem — e convertem — tanto quanto antes e é preciso conquistar novos endereços a serem convertidos.

O primeiro passo para captar e-mails é ter campos disponíveis ao longo do site, da loja e do blog. Campos de fácil visualização que incentivam o visitante a preencher com seu e-mail. Para potencializar essa coleta de endereços, a melhor ferramenta são ofertas e cupons especiais. Cupons de desconto despertam o interesse, até mesmo, do visitante mais despretensioso. 

O que você pede em troca? E-mail! Mesmo que esse usuário não utilize o cupom naquele momento, você pode nutri-lo com e-mails de ofertas e promoções para incentivar uma nova visita ao seu e-commerce e, possivelmente, gerar uma nova venda.

Ofertas são atrativas! Quem não quer ganhar 20% de desconto em um produto do seu interesse? Muitas vezes, chegam visitantes à sua loja que estão apenas pesquisando preços e avaliando produtos. Nesse contexto, ofertas exclusivas são uma forma de captar esse e-mail, aumentar o contato dele com a sua marca e incentivar uma nova compra em breve.

Agora, nada disso será útil se você não criar conteúdo relevante a ser veiculado em seus e-mails. O conteúdo precisa ser incrível se você deseja que as pessoas continuem inscritas. Conteúdo meia-boca não é permitido! Além disso, é mais uma forma de indicação, já que é possível encaminhar esse e-mail para outras pessoas que possam estar interessadas em seus produtos. Esse encaminhamento pode — e precisa — ser incentivado.

Muitas pessoas utilizam e-mails para tratar de assuntos importantes. Eles são pessoais, diretos e isso diz muito sobre a forma como os usuários interagem com compras online. Se algo é relevante para ele, incentive-o a compartilhar com sua rede de contatos.

Dentro de uma estratégia de e-mail marketing, é possível criar diferentes tipos de inscrições. Nem todos os seus clientes precisam receber ofertas e cupons. Eles podem receber atualizações do blog, newsletters, lançamentos de produtos e diversos outros temas. Segmentar essa lista permite que você envie conteúdo direcionado para cada tipo de cliente e otimize os seus esforços para crescer a sua lista e converter mais.

Não podemos esquecer que materiais ricos, como e-books e whitepapers, são fontes valiosas de e-mails. Todo novo lead é um novo e-mail para a sua lista e você pode otimizar isso com landing pages específicas. É possível utilizar as redes sociais como catalisadores, veiculando postagens sobre os temas que levam os usuários às LPs. 

Lá, eles preenchem os campos e ajudam a crescer a sua lista. O Facebook adicionou um botão de ação (CTA) em suas fanpages, em que o usuário pode realizar uma ação sugerida pela empresa. Mais uma oportunidade de redirecionar o usuário até a landing page e coletar e-mails!

Pensando fora do digital, eventos e acontecimentos offline também são fontes de captação de novos contatos. Você pode aproveitar as grandes interações sociais que existem em situações desse tipo para sugerir que a pessoa lhe forneça seu endereço para receber atualizações e novidades.

Como melhorar sua distribuição 

planejamento-de-marketing-para-e-commerce-primeiros-passos

A tarefa de organizar, gerenciar e distribuir os seus produtos pode ser árdua e trabalhosa. Uma gestão falha na entrega e na organização de estoques, por exemplo, pode ser a ruína de qualquer e-commerce de sucesso.

Com a alta interatividade dos canais de comunicação, interações, compras e pedidos são feitos das maneiras mais diversas. Por esse motivo, centralizar tudo isso pode ser uma ideia bem interessante para o seu e-commerce.

Para trabalhar bem a sua distribuição, é preciso entender quais as etapas do seu processo de envio e de entrega e se isso envolve todos os fornecedores que você possui. É importante organizar prazos e custos com transportadoras ou fornecedores de matéria-prima. Assim, o seu produto sempre estará em estoque e será entregue prontamente para os compradores.

A organização para uma distribuição de qualidade é tão obrigatória quanto estar presente nos diversos canais existentes. Existem diversas formas de entregar o seu produto ao cliente final e o primeiro passo para ter uma distribuição de qualidade é entender qual funciona melhor para o seu negócio, sem prejudicar a qualidade do serviço e os prazos estipulados juntamente com o cliente.

Crescer o seu e-commerce é um trabalho contínuo e diferentes estratégias de marketing, administração e comunicação são indispensáveis nesse processo. O segredo é o equilíbrio. Todas as estratégias precisam funcionar em harmonia, se complementando. Elas precisam trabalhar juntas para alcançar um mesmo objetivo estipulado para o seu negócio!

O crescimento do mercado é inegável — e inevitável — e a sua empresa só tem como se beneficiar disso. Então, trabalhe as estratégias da melhor maneira possível. Não hesite em testar e descobrir o que funciona — ou não — para a sua loja online e melhore sempre os seus esforços.

Existem diversas ferramentas disponíveis gratuitamente ou com custos muito em conta que vão levar os seus esforços para o próximo nível e ajudar o seu e-commerce a superar a concorrência. Organize as suas estratégias e comece a vender mais e melhor!

24 de março de 2017 - 09:00 - atualizado em 24 de março de 2017 - 10:27

COMENTÁRIOS PARA ESTE POST